15 janeiro 2007

É oficial!

Sou uma besta!
Poderia abrir um consultório sentimental para ajudar os outros!
De teoria ninguém saberá tanto!

Mas no que toca a pôr em pratica o que sei ... transformo-me numa besta estupidificada!
Sei que estou a errar e volto sempre a fazer os mesmos erros...

E depois olho para eles e vejo-os como pequenas imperfeições ... Perdem a sua característica de erro algures entre o tempo que demora a faze-los e a sua análise retrospectiva!

As vezes (mais frequentemente do que seria considerado normal) alguém me diz: mas tu não te lembras de nada? Era suposto estares chateada! Eu estou e não foi nada comigo!
(pois é amiga... a culpa é da besta que sou)

A besta vai morrer! Espero que a sentença de morte a que foi condenada hoje seja cumprida o mais depressa possível...
...será reconhecivel o que sobrará?

Banirei frases como "tadinho, não foi por mal" "não foi bem isso que quis dizer" "Estava mal disposto" "pediu desculpa" "já esqueci" (então esta última é das maiores mentiras que conto...tenho uma memória invejavel...raramente esqueço alguma coisa)

Estou farta da torrada queimada! Raspa-la realmente não lhe tira o sabor!
De hoje em diante... torradas queimadas vão directamente para o lixo!!!

2 comentários:

Maffaldinha... Maffy para os mais íntimos... disse...

Sim... tá bem... agora conta verdades, por favor!!! Tu não és uma besta... tu simplesmente tens um coração gigante.. daqueles que já quase nao existem!!! E é por isso que te ADORO!!!!

OLHAR disse...

Besta????? Olha.... tá tola :0(
Não és besta nenhuma.
BESTA é quem te faz dizer essas palavras. Sentires pena, consideração ou seja lá que merda for por pessoas que simplesmente NÃO MERECEM, é o teu único defeito.
Concordo com o comentário de cima. És dona de um coração de manteiga. E, eu sei bem disso: crescemos juntas. Quando tens "aquele" teu sorriso postiço e simpático no rosto consigo ouvir o choro da tua alma.
Beijos mana linda.


PS: Não te enganaste a escrever?. Não quererias dizer que ès: BESTIAL???? Quero acreditar que sim. JUÍZO.